12 de outubro de 2016

Resenha || Ball Jointed Alice

Título: Ball Jointed Alice - Uma história de amor e morte

Autora: Priscilla Matsumoto

Editora: Draco
Ano: 2015
Páginas: 212
Skoob: adicione.

Sinopse:
Ball Jointed Alice – Uma história de amor e morte é um sensível romance de Priscilla Matsumoto. Flutuando entre a melancolia e o erotismo, esse é um relato cru de uma juventude cínica que parece perdida, mas que sabe demais sobre a natureza do mundo para não desistir dele.


Olá, leitores! Hoje lhes trouxe a resenha de um livro muito interessante, não só pela história, mas por outros pontos que se envolvem na história e pela qualidade da narrativa. Acredito que este livro não seja recomendado para menores de 18 anos, então fique atento. Esta história trata de assuntos profundos e consideravelmente pesados, se quiser saber mais sobre o livro, é só acompanhar o resto da resenha.



Bom, em Ball Jointed Alice nós somos apresentados a Frank, um artesão louco, viciado em sexo e que tem um passado ruim, pois ele foi abusado pelos pais quando era criança e foi internado em um manicômio. Frank cria uma ball jointed doll (boneca de molas em tradução livre) que se chama Alice, o nome é o mesmo de uma garota que ele amava. A garota que ele gostava suicidou, então a Alice boneca acaba sendo uma cópia da Alice real, ela acaba se tornando uma fuga para Frank, ele deseja tanto que ela se torne real que um belo dia ela ganha mesmo vida.  


Todos os amigos que Frank tem são da época em que ele esteve internado. Cada amigo com uma personalidade diferente e com loucuras próprias, problemas próprios e que acabam sendo vistos de formas diferentes justamente por conta de suas doenças. Então, Frank, os amigos e Alice planejam uma vingança ao hospital que os tratava de forma desumana e que fez com que Alice se matasse. Essa vingança não é qualquer coisa, não, caro leitor. A vingança que eles planejam é uma vingança repleta de sangue, morte e violência. 

Uma coisa que me chamou atenção nessa história foi o seu desenvolvimento em si. É uma história pesada? Sim. Tem personagens pesados? Sim. E a autora soube enriquecer essa história de forma bela e elogiável. Digo até que esse livro não é para todo mundo, porque eu me senti tão imersa na personalidade de Frank e em seus pensamentos que tive que parar a leitura várias vezes, não por ser ruim, mas por me trazer um desconforto enorme em algumas partes pela quantidade de pensamentos carregados de significados. 

"Alice, é mentira que o frio vem apenas quando permitimos que ele entre. É mentira que os bons morrem jovens."

Frank é um personagem muito bem desenvolvido, quem lê se insere, com certeza, nos pensamentos e divagações doentias mais profundas que ele tem com o decorrer da história e percebe que tudo o que ele pensa faz parte do que ele realmente é, não é nada inventado, é uma coisa que constitui a personalidade dele. Frank é bissexual, então ele não se relaciona só com Alice, mas com pessoas do mesmo sexo. Também faz parte da sua personalidade, como viciado em sexo, perceber que a única forma de expressar a paixão por Alice é através do sexo.

"Vamos adormecer juntos e, se eu conseguir matar o amanhã, você estará viva." 

Por outro lado, Alice é uma personagem cativante por ser inocente e conforme os capítulos vão passando, podemos acompanhar a "humanização" dela, digamos assim. Pude perceber que em todo começo de capítulo ou conforme o capítulo ia se desenrolando tudo era destinado a Alice, tudo era voltado para Alice, mas não tirando totalmente o foco em Frank e com o nome de cada capítulo e com cada capítulo iniciando-se com alguma citação, de fato, me fez perceber um significado muito maior envolvendo toda aquela história entre Frank e Alice e entre Frank e os amigos. A escrita da Priscilla me surpreendeu de forma inigualável, eu não esperava tanto do livro, mas a cada frase que eu lia me senti mais perplexa com o seu talento de brincar com as palavras e com o peso de cada uma das palavras. Se você quiser ler algo diferente e desafiador, Ball Jointed Alice é uma boa pedida, porque eu mesma nunca tinha lido algo parecido e foi um livro que, com certeza, superou minhas expectativas e me fez sair da minha zona de conforto. 

Ah! Se você quiser assistir e ouvir um trecho do livro lido pela própria autora é só apertar o play no vídeo aqui embaixo e vocês vão saber do que eu estou falando:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por visitar o Delírios Literários da Snow. Não deixe de comentar e seguir o blog. Beijos :*

© Delírios Literários da Snow - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Beauty Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo