7 de setembro de 2016

Resenha || A Protetora, Sandra Alves do Nascimento

Título: A Protetora
Autora: Sandra Alves do Nascimento
Editora: Multifoco
Páginas: 150
Ano: 2016
Skoob: Adicione
*Cortesia da autora
** Resenha postada originalmente no blog De Bem Com a Leitura.

Eva nunca se imaginou sendo uma protetora e quando começou a adotar gatinhos abandonados ela passou a enfrentar inúmeras dificuldades, mas a maior delas é dizer não e entender a hora de pedir ajuda. Leia a resenha e saiba mais.

Quando Eva concluiu a faculdade de enfermagem ela acreditava que quando começasse a trabalhar seria uma enfermeira. Mas ao conseguir um emprego no município, ela entendeu que as coisas nem sempre são como idealizamos ou somos levados a acreditar, ela viu o quanto essa área está em desfalque e o que as pessoas fazem para garantirem seus empregos.

Para ficar mais perto do trabalho, Eva alugou uma casa em um bairro próximo. A casa não era tão grande mas tinha um quintal amplo e atendia suas necessidades. Ela morava sozinha, uma mulher jovem e independente, de costumes caseiros, dedicada aos estudos e queria crescer profissionalmente.


Eva não fez amizades no trabalho, apenas fazia suas funções e voltava para casa. Sentia-se sozinha e as decepções com o trabalho só aumentavam, então ela decidiu comprar um gato mas seus planos mudaram quando ela se deparou com uma gatinha preta completamente desgastada e faminta. Eva não pensou duas vezes e pegou a gatinha para cuidar.

A nova companheira lhe trouxe toda a alegria que ela estava precisando e Eva passou a ter um motivo para se animar. Mas com o passar do tempo outros gatos foram surgindo: ela os encontrava na rua, eram abandonados em seu quintal (jogados pelo muro) ou em sua porta, pessoas lhe pediam para pegar um filhote pois não tinham como cuidar ... A situação comeu a fugir do controle.


Para piorar, as coisas no seu trabalho não iam nada bem, contratos estavam sendo encerrados e ela não sabia se continuaria com seu emprego. Eva precisou construir um gatil na casa (com autorização da proprietária) para suportar tantos gatos mas o número só aumentava. Ela tinha muitos gastos com ração e medicamentos e já estava com dificuldades financeiras. Era mal vista pelos vizinhos, seus familiares não a apoiavam e diziam para ela procurar uma ONG pois sozinha não estava conseguindo.

Eva sempre recusou, pensava que sua missão era cuidar dos gatos e não deixaria que mais ninguém fizesse isso em seu lugar, ela os amava incondicionalmente. Foi alertada pela irmã de que tantos gatos não estava fazendo bem nem para ela e nem para os animaizinhos pois andavam magros. A vida de Eva estava um verdadeiro caos mas ela era a única que não enxergava e seguia com a ideia de acolher o mundo (animal) em sua casa se fosse preciso.

Minha impressão

A primeira coisa que me chamou atenção nessa livro foi a capa, sou apaixonada por gatos e essa capa está linda. A trama é muito emocionante, a escrita da autora é leve e toda a história parece muito real. Acompanhar a jornada de Eva vai nos proporcionando novos sentimentos com o passar das páginas. Em muitos momentos eu fiquei emocionada mas também pude sentir uma grande angústia com a situação que Eva estava passando. 

Encontrar animais na rua é doloroso, ver o que um ser humano pode fazer com bichinhos indefesos (nem quero mencionar as atrocidades com a própria espécie) é revoltante e dá vontade mesmo de acolher todos que encontramos, mas também é preciso saber que nem sempre podemos ajudar os levando para casa. Essa era a dificuldade de Eva, ela não pedia ajuda e queria fazer tudo sozinha.

Quando foi informada sobre a Síndrome de Noé (pessoas que acumulam os animais, diferente das que protegem e visam o bem-estar deles) ela dizia que os protegia das ruas e das maldades, mas era visível que Eva havia desenvolvido esse transtorno já que não reconhecia o sofrimento deles e o estado de calamidade em que sua casa se encontrava.

A Protetora é uma obra que mexe com nossos sentimentos e também nos serve como um alerta, ajudar é importante mas reconhecer as necessidades do animal é crucial. 

Minha Nota:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por visitar o Delírios Literários da Snow. Não deixe de comentar e seguir o blog. Beijos :*

© Delírios Literários da Snow - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Beauty Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo