8 de julho de 2016

Resenha || Magnus Chase e os Deuses de Asgard, Rick Riordan

Olá, meus amores. Tudo bem com vocês?

A resenha do hoje é do livro Magnus Chase e os Deuses de Asgard, do meu amado tio Rick. Eu espero gostem!

INFORMAÇÕES:

Autor: Rick Riordan
Páginas: 448
Ano: 2015
Editora: Intrínseca
Adicione: Skoob
Resenha Original no Blog Eu Pratico Livroterapia






Depois que a mãe de Magnus Chase foi morta por dois lobos para protege-lo, ele resolveu se esconder nas ruas de Boston. Porém, depois de dois anos, seus tios e sua prima Annabeth (Lembram dela? Quem leu Percy Jackson saberá) resolvem procurar por ele.

Um dos pedidos que sua mãe mais fazia, era para Magnus se afastar do seu tio Randolph, por isso ele não o procurou e preferiu ficar nas ruas. Seu tio também nunca demonstrou interesse em procurá-lo, porém, após dois anos decidiu encontrar seu sobrinho.


Para descobrir o que o seu tio estava tramando, o menino foi até a casa dele. Porém, após bisbilhotar um pouco, seu tio chegou e disse que Magnus estava correndo um grande perigo e que algumas pessoas queriam matá-lo. E convenceu o menino a ir com ele procurar um tesouro escondido que o pai dele deixou. Mas, eles tinham que ser rápidos. Tremores estavam cada vez mais fortes e aparentavam estar cada vez mais próximos.

"Mitos nada mais são do que histórias sobre verdades que esquecemos." 

Randolph levou o garoto para a ponte Longfellow, onde tinham barcos vikings decorativos, mas que ele acreditava ter um barco real viking, tanto que a ponte se tornou sagrada para esse povo. Ele pediu para seu sobrinho chamar pela espada que estava perdida no barco, afundada no mar, que somente ele poderia pegar já que era filho de um deus nórdico.

Magnus não entendia nada do que estava acontecendo, mas o tremor estava cada vez mais próximo e ele viu que a casa do seu tio estava pegando fogo. Então tentou puxar a espada, mas nada aconteceu. Uma segunda explosão aconteceu agora mais próximo, como uma explosão vulcânica e a ponte tremia cada vez mais.


O garoto tentou novamente e, no rio congelado abriu-se um buraco e de lá saiu uma espada enferrujada. Agora seu tio queria que ele tenta-se renova-la. Porém, um homem de pele extremamente negra apareceu e ele queria a espada. Seu nome era Surt e ele era o lorde de Muspellhem, reino dos gigantes do fogo e dos demônios.

"Quando digo negro, quero dizer que a pele era do tom mais puro e lindo de preto que já vi. Tinta de lula à meia-noite não teria sido tão preta. As roupas dele também: paletó e calça feitas sob medida, uma camisa de botão e gravata, tudo feito do tecido de uma estrela de nêutrons. O rosto era sobrenaturalmente bonito, como se talhado em obsidiana. O cabelo comprido era penteado para trás e imaculadamente arrumando com gel. As pupilas brilhavam como pequenos anéis de lava."

Os amigos de Magnus, Blitz e Heath, tentaram ajuda-lo, mas não foram bem sucedidos. De alguma forma, a espada se renovou e ela guiava o menino nos movimentos, inclusive ele conseguiu cortar o nariz de Surt. Porém, ele acabou caindo e com um golpe colocou a espada na barriga do homem. Mas, caiu na ponte, levanto junto o lorde.


Magnus morreu, mas foi salvo por uma valkiria. Ele acordou em um hotel, localizado em uma cidade chamada Valhala, sem a espada. E logo descobre que se tornou um einherji, um soldado do exército de Odin. O grande problema é que no jantar, as valkirias devem mostrar os feitos heroicos dos novos soldados e Gunilla, a capitã das valkirias, acaba editando o vídeo de Sam, que salvou Magnus, e agora o destino do menino será visto pelas Nornas, três irmãs que controlam o destino dos deuses e humanos. Elas dizem que o menino é filho de Frey, "deus da primavera e verão; do sol, da chuva e da colheita; da abundância e da fertilidade, do crescimento e da vitalidade" e ela preveem o início do Ragnarök, que é o dia do juízo final.

"...Escolhido por engano, não era sua hora,Um herói que, em Valhala, não pode permanecer agora.Em nove dias o sol irá para o leste,Antes que a Espada do Verão a fera liberte."

Durante a noite, seus dois amigos Blitz, que é um anão e Heath, que é um elfo, vão até o quarto de Magnus para ajudá-lo a fugir. Agora o menino precisa encontrar a Espada do Verão, e evitar que Surt libere Ferir, um lobo invulnerável, filho de Loki, e dê início ao Ragnarök.


Magnus Chase e os Deuses de Asgard é um livro incrível. Eu sou fã de mitologia e conhecia pouco da mitologia nórdica. Assumo que gostei muito do que eu conheci. Também sou fã de Rick Riordan e estava com bastante saudade de suas histórias e claro, curiosa para conhecer seu novo personagem.

Enquanto eu lia, achei impossível não comparar esse livro com toda a série de Percy Jackson. Amo as duas histórias, porém, achei que o escritor cresceu muito nesse livro. Ele conseguiu aproximar ainda mais o personagem do leitor e eu achei fantástico. Sem falar que o toque de humor que ele deu ao Magnus, que eu amei, porque conseguiu deixar o personagem mais legal.

Como vocês já devem ter percebido, eu amei o Magnus. Um personagem corajoso, descontraído, que sempre pensa nos seus amigos. A cada página que eu lia, me encantava mais por ele. E sem falar que ele se parece muito com o Kurt Cobain.


Também gostei bastante de outros personagens, como Blitz, o anão que se veste muito bem, Heath, o elfo surdo e mudo, mas que sempre quis ser feiticeiro e aprender a magia das runas, e Sam, que é uma valkiria, filha de Loki, que sofre por ninguém confiar nela, por ser filha de um deus mentiroso.

Sobre a história, eu achei incrível. Não fiquei cansada em nenhum momento, pelo contrário, não consegui largar o livro e li muito rápido. Adorei acompanhar toda a jornada de Magnus e seus amigos para impedir o Ragnarök e, como sempre, Rick Riordan conseguiu me encantar com mais um livro, e me deixou extremamente curiosa para ler a continuação, porque o final é maravilhoso.

Sobre o livro, eu amei a capa. É uma das mais bonitas que eu já vi. As folhas são amarelas, a fonte é boa para a leitura e o que eu mais gostei foi que em cada início de capítulo, temos uma cabeça de lobo aparentemente soltando fogo.

Minha Nota:


Impossível não dar cinco estrelas e favoritar. Indico para todos que querem se divertir e embarcar nessa aventura com Magnus para combater o Ragnarök.

13 comentários:

  1. Olá, tudo bom ? Ainda não conhecia o livro, a resenha ficou boa, e me deu vontade de ler o livro e saaber um pouco mais ^^
    Beijinho
    www.bellapagina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Carol. Tio Rick foi o responsável por me tornar uma leitora assídua. Mas não sei o motivo, li apenas Percy Jackson e The 39 Clues, depois não li mais nada do autor.
    Magnus Chase é uma ótima opção, vou procurar pelo livro, preciso relembrar um pouco a sensação de ler os livros dele.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oiii Carolina, como vai/
    Infelizmente a obra não despertou muito meu interesse, não consigo me agradar da escrita do autor e nem o gênero me envolve como gostaria. Parabéns pela resenha, pularei a dica da vez.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Oie, adorei a resenha, está muito clara e passa muiito seus sentimentos pelo livro. Eu nunca li rick riordan, então fiquei com uma leve impressão de que eu ficaria meio perdida nesse livro com tanta mitologia. Mas é bom saber que o autor conseguiu crescer e evoluir em sua escrita e aproximar mais o protagonista dos leitores, isso com certeza é sempre um ponto positivo para qualquer autor.

    ResponderExcluir
  5. Hey Carolina, tudo bem? Que resenha mais linda! Desse autor eu li apenas os 4 primeiros de Percy Jackson, que gosto bastante, e isso me lembra que preciso ler o último... Magnus Chase parece uma aventura incrível e fiquei curiosa para conferir! Dica anotada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oioi! Tudo bem?
    Estou louca pra ler Magnus Chase e os Deuses de Asgard, de Rick Riordan.
    Vi mta gente falando bem do livro e a capa está tao linda que da vontade de comprar logo.
    Tb sou fã de mitologia e por isso acho que vou gostar mto como vc.
    Adorei saber mais do livro.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  7. Oiiie,
    Tio Rick escreve muito bem, mas ao ler vários livros um atras do outro a história parece ter a mesma formula, mas mesmo assim eu adoro. Só li os livros do Percy e falta termina a série os Heróis do Olimpo, mas assim que terminar pretendo ler as outras séries. A capa é linda e eu sou apaixonada com a forma dela falar de mitologia.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Ahhhh

    Essa resenha super linda maravilhosa e tão bem escrita me conquistou.

    Quero ler esse livro e fico enrolando. Mas tenho que parar de enrolação e ler logo. Pelo jeito, estou perdendo tempo. ..

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Ahhhh

    Essa resenha super linda maravilhosa e tão bem escrita me conquistou.

    Quero ler esse livro e fico enrolando. Mas tenho que parar de enrolação e ler logo. Pelo jeito, estou perdendo tempo. ..

    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá Carol!!!
    Eu tenho uma curiosidade em elr os livros do autor, quando assisti o filme de Percy Jackson todo mundo me disse que os livros são mil vezes melhor e sério desde dessa época tenho curiosidade. Eu já tinha ouvido falar desse livro, mas não lembro de nenhuma resenha e posso dizer que a sua atiçou minha curiosidade :3
    Parabéns pela resenha e até uma próxima :)

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi,
    Comecei a leitura e tomei até um susto qd você disse que era o seu tio hahaha
    Eu achei bem interessante a premissa da história, muito bom quando gostamos demais e queremos passar tudo que sentimos para a resenha
    Fiquei curiosa para conhecer
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi,linda
    Amei a sua resenha, e a saga da série de Percy Jackson, e gostei dessa história interessante.
    E colocado na lista dos meus desejados.

    Muitos Livros e Sucesso!
    Bjs!

    booksmagiclove.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá!!
    Titio Rick sem dúvidas é o pai da fantasia atualmente. Acho muito legal esse jeito dele de escrever baseado na mitologia. Confesso que ainda não li nenhum livro dele, mas não vejo a hora de fazer isso. Sua resenha foi a primeira que eu li sobre esse livro e eu adorei, parabens! Com certeza ele vai para lista.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar o Delírios Literários da Snow. Não deixe de comentar e seguir o blog. Beijos :*

© Delírios Literários da Snow - 2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Beauty Design.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo